Elefantes com o bumbum pra porta

Outro dia minha mãe, que é muito antenada com novas modas, deixou escapar que estava querendo comprar um elefante indiano, de decoração, para colocar na mesa da sala, com o traseiro voltado para a porta.

Diz que atrai fortuna (só não sei por que o bumbum tem que estar posicionado assim).

No aniversário dela, eu e uma das minhas irmãs, boas de memória, lembramos disso ao comprar o presente.

Ou seja, agora há dois elefantes na mesa da sala, ou o dobro de fortuna para a casa.

(Em breve espero uma ligação de Minas dizendo que acertamos duas loterias e que posso até abrir meu próprio jornal lá em Beagá :D)

Bom, fato é que, de lá pra cá, já vi aproximadamente outros 45.397 elefantinhos, sempre de costas, nos lugares menos previstos: mesa do colega de trabalho, mesa de gabinete de órgão público, casa de amigos de variadas idades, mesmo dos céticos e ateus.

Fiquei me perguntando se havia passado alguma novela recente na Globo cujo cenário era na Índia e a protagonista havia ensinado essa preciosidade que logo viraria modismo.

Numa reunião de pauta, dia desses, soltei essa pergunta. Vai saber, às vezes é algo novíssimo e rende uma matéria divertida — pensei.

Todos rebateram: bah, isso é velho!

Então cheguei à única conclusão possível: que, ao saber da existência de tal elefantice, passei a percebê-lo quando antes isso passava batido pelos meus cansados olhos.

Lembrei de uma frase que meu professor de biologia do colégio adorava repetir: o óbvio possui a estranha capacidade de ser imperceptível.

É por sempre vermos elefantes nos móveis alheios, que eles nunca nos chamam a atenção. E é por sabermos o que significam para os donos daqueles móveis que eles passam a nos atrair.

Isso acontece com tudo na vida. Às vezes vemos o mesmo homem andando pelo ambiente de trabalho, por exemplo, e ele nos parece um cara comum, tão comum que somos incapazes de guardar seu nome e mesmo fisionomia. Quando ele ganha algum valor em nosso cérebro, passa a se destacar da multidão.

Desejo a vocês uma vida plena de elefantinhos dando valor a seus dias e trazendo todo tipo de fortunas, ao bolso e ao coração 🙂

Anúncios