Ir para conteúdo

Conselho de amigo da onça para Guedes

Texto escrito por José de Souza Castro:

Ministro Paulo Guedes
O ministro da Economia, Paulo Guedes, certamente lê “The Economist”, uma espécie de bíblia dos banqueiros. Com a decisão desta quarta-feira do Supremo, mandando fazer neste ano o Censo, mesmo não tendo orçamento para isso, poderia se inspirar, para melhorar o orçamento, no que publica, no mesmo dia, “The Economist“, no artigo “Problema tributário de Biden – Como tributar o capital sem prejudicar o investimento”.

Por uma questão de economia, transcrevo apenas os parágrafos iniciais com os conselhos de “The Economist” a Biden para “melhorar o desenho de seus impostos em Wall Street”:

“Os governos arrecadam a maior parte de seu dinheiro tributando salários, mas o presidente Joe Biden tem os olhos fixos nos ricos, nas grandes empresas e em Wall Street. Ele propõe financiar seu plano de infraestrutura de US$ 2,7 trilhões em parte aumentando a alíquota do imposto corporativo de 21% para 28%. E para ajudar a pagar por mais gastos com creches e apoio aos pais, ele quer quase dobrar a alíquota máxima do imposto federal sobre ganhos de capital e dividendos. Para os americanos que ganham mais de US$ 1 milhão por ano, ele alinharia os impostos sobre a renda do capital com a taxa máxima sobre a renda dos salários, que ele deseja aumentar de 37% para 39,6%. Isso é quase o dobro da taxa atualmente cobrada dos investidores ricos, que são uma pequena fração da população, mas uma grande proporção dos acionistas.

Muitos investidores, de Wall Street ao Vale do Silício, estão revoltados, alegando que Biden vai esmagar o crescimento econômico. Isso é um exagero; os Estados Unidos podem arcar com taxas mais altas de tributação de capital (consulte a seção Finanças). No entanto, os impostos sobre o capital podem ter consequências econômicas não intencionais. Para evitá-los, Biden deve melhorar o desenho de seus planos.”

Os assinantes do “The Economist” – o que não é o meu caso, mas certamente é o de Guedes – podem ler a íntegra do artigo. Como eu não posso, paro por aqui, com uma única certeza: caso o ministro se inspire nele, seu emprego já não estará ameaçado por Jair Bolsonaro, mas pelos banqueiros e investidores amigos de Guedes.

Leia também:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblog
ttblog

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: