Ir para conteúdo

Bolão do Oscar 2020: acertei 11 de 17 categorias (65% de aproveitamento!)

Cena de “Parasita”, o grande vencedor do Oscar 2020

O Oscar de 2020 foi, na minha opinião, um dos mais imprevisíveis da história. Não é à toa que “Parasita“, escolhido como melhor filme do ano, conquistou um feito inédito até então: foi a primeira produção de língua não inglesa a ficar com o prêmio mais importante do Oscar. Ele era favorito aos prêmios de melhor roteiro original e melhor filme estrangeiro, mas não aos de melhor diretor e melhor filme.

O fato de ter sido tão imprevisível assim não me exime de ter obtido o menor índice de acertos da minha vida, desde que comecei a cobrir o Oscar aqui no blog. Isso me fez refletir muito em como estou ficando burocrática em minhas avaliações, olhando apenas os “favoritos”, os mais bem premiados entre seus pares, e esquecendo-me de uma das coisas mais incríveis sobre o cinema, que é a emoção.

Se eu tivesse ido pela emoção que foi assistir a “Parasita”, sem dúvida o melhor filme do ano, eu teria errado apenas em quatro categorias, em vez de seis, e teria tido 76% de aproveitamento no meu bolão. Mas o fato é que eu realmente não esperava que a Academia fosse se curvar a um filme todo falado em coreano. Eu e ninguém mais – nem mesmo os produtores de “Parasita”, que pareciam em choque quando foram discursar. Então beleza, risos!

Em vez de escrever, como sempre faço, vou reproduzir aqui esta planilha que fui preenchendo ao longo da cobertura do Oscar, que fiz no Twitter do jornal “O Tempo” (e que adorei fazer, corre lá pra ver como ficou legal!).

Confiram comigo:

O que está em verde foram os acertos e, em vermelho, os erros.

Admito que errei muito bem errado nas categorias de efeitos visuais e mixagem de som: não vi “Ford vs Ferrari” e nem entendo lhufas de efeitos visuais, então não tinha nada que ficar opinando nelas 😉

Independentemente do quanto errei ou acertei em minhas previsões, durmo feliz por ver o real melhor filme do ano ter ganhado a estatueta. Que a justiça seja feita! E que o Oscar se torne realmente uma premiação mundial do cinema, e não apenas americana e britânica, como sempre foi.

Ah, só mais uma coisa: achei os discursos deste ano bem mornos, curtos, sem graça mesmo. A única exceção foi o discurso de Joaquin Phoenix. E vale destacar que houve alguns bons momentos de referência ao empoderamento das mulheres. Faltaram mulheres entre os indicados, mas ao menos sobraram nos discursos lá no palco.

Agora, Oscar, só no ano que vem!


CLIQUE AQUI para ler todas as resenhas dos filmes do Oscar que vi até agora! Vou continuar assistindo aos outros e atualizando esta lista, combinado?

Transforme sua TV em smartTV com o aparelho da Amazon Fire TV Stick.

Clique aqui para ver filmes pelo Amazon Prime

Leia também:

 

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

2 comentários em “Bolão do Oscar 2020: acertei 11 de 17 categorias (65% de aproveitamento!) Deixe um comentário

  1. Sabe que Parasita como melhor filme me surpreendeu? Realmente é o melhor filme, mas 1917 é o tipo de filme que a academia gosta.

    Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: