Histórias de um fotógrafo-viajante-poeta

Uma das fotos de que mais gostei. Crédito: Adriano Gambarini

Uma das fotos de que mais gostei. Crédito: Adriano Gambarini

Descobri Adriano Gambarini em uma sala de cinema do Cinemark, no trailer de um filme — aquele que resenhei aqui no blog ontem. (Parêntesis para destacar que, mesmo especializada em filmes blockbuster, a rede Cinemark tem promovido iniciativas muito bacanas e esta é a segunda que me vejo obrigada a compartilhar aqui no blog).

Guardei o nome do site dele — Histórias de um Fotógrafo — e, já em casa, fui navegar. Descobri no fotógrafo um talento não só para as lentes e enquadramentos, mas também para as palavras. As imagens dele falariam por si só, mas são ainda mais prolixas quando publicadas juntas dos contos e poemas. Só assim, entendemos como a ave ou a anta morreram, por exemplo.

Ficou interessado? Sugiro que também navegue pelo blog de Adriano. No cinema, é possível ver filmetes com algumas de suas histórias e imagens. Como explicam aí, ó:

Tenho a impressão que os amantes de fotografia e os amantes de viagens — e os que amam fazer as duas coisas, fotografar e viajar, vão curtir o projeto. CLIQUE AQUI e bom proveito.

Leia também:

faceblogttblog

Anúncios