15 dicas para criar seu próprio blog

blogse387

Amanhã vou comemorar 12 anos de blogueira. Vou contar um pouquinho de como entrei neste mundo mágico da blogosfera e falar sobre os blogs que já editei. Também estou aberta a responder às eventuais perguntas que algum leitor tenha sobre qualquer coisa que queiram fazer: até pensei em fazer no estilo “eu nunca”, que o Samuel Costa fez dia desses (sugestão da minha amiga Paty), com vídeo, pileque e tudo o mais, mas não encontrei tempo para gravar, editar etc. Então vou fazer do jeito tradicional mesmo… Ou seja, se tiver dúvidas, deixe aí no comentário ou envie por email e eu respondo no post de amanhã.

Enquanto isso, nesta véspera de efeméride, queria compartilhar um post que fiz em 2010, quando ainda tinha apenas cinco anos de blogosfera, para o Novo em Folha, blog da editoria de Treinamento da “Folha de S.Paulo” que eu ajudava a editar. Nele, eu dava sugestões bem práticas sobre como manter um blog e fazê-lo seguir em frente, sem morrer na praia. Eu estava relendo o post agora e não mudaria nem uma vírgula do que listei ali.

E, como acho que tem dado certo para mim, compartilho com aqueles de vocês que tiverem interesse em criar o próprio blog 😉

CLIQUE AQUI para ler o post original.

Abaixo, listo as 15 principais dicas:

  1. Escolha um tema para seu blog, algo que tenha a ver com sua especialidade ou com sua paixão pessoal. Blogs muito genéricos têm a desvantagem de não formar leitores cativos, embora possam atrair muitos leitores de passagem. Sendo apaixonado pelo tema, você terá facilidade em encontrar tempo para alimentar seu blog, mesmo nos fins de semana ou madrugada adentro. A ideia é que seu blog dure muito, né?
  2. Pense em atrair esses leitores fiéis, que vão sempre acrescentar informações úteis na troca de comentários com você. Eles não são os que entram para esculhambar e nem se dão ao trabalho de ler sua resposta; são os que entram, criticam, comentam, opinam, dividem e voltam várias vezes para continuar o processo.
  3. Uma das formas de atrair esses leitores é aproveitar muito o que eles oferecem, interagir muito com eles, mostrar que seu blog é um espaço coletivo (que é a ideia central de todo blog) e não um diário voltado para seu umbigo (como eram os primeiros blogs, lá de 2001/2002, felizmente em extinção).
  4. Pensando no item anterior: responda a TODOS os comentários dos leitores, tentando agregar mais informação à informação que eles trazem. Publique posts com as ideias trazidas por eles, sempre que couberem na proposta do blog.
  5. Vale a pena moderar os comentários, para evitar ofensas gratuitas, estar sempre ciente de quando há novos comentários e possibilitar que sua resposta a eles venha sempre junto, caso o leitor volte para conferir.
  6. Nunca, jamais, apele com um leitor. Em tempos de fla-flu político, tem sido cada vez mais comum a existência de leitores de passagem, movidos por interesses ideológicos (ou financeiro$, porque muitos são pagos para isso), que não acrescentam, só esculhambam. Em blogs sobre política ou futebol, isso é mais comum ainda. Às vezes é difícil, mas respire fundo e responda sempre com educação, elevando o debate. E aprenda com as críticas.
  7. Tente outras formas de interação com o leitor, além dos comentários: enquetes, pedido de sugestão de posts, debates e provocações, envio de exercícios para que eles façam (num blog como o Novo em Folha) etc.
  8. Não tem tempo para atualizar seu blog todos os dias? Então nem precisa começar.
  9. Seus leitores precisam de satisfações a todo momento. Então, se você não puder atualizar o blog por uns dias, avise isso a eles. Tente sempre achar um jeito para liberar os comentários, mesmo nos fins de semana.
  10. Blog comporta fotos, vídeos, artes animadas e outra porção de ferramentas, todas fáceis de inserir. Não desperdice a chance.
  11. Crie uma pasta em algum lugar, chamada “pautas para o blog”, e coloque suas ideias para posts futuros lá. É bom não publicar taaaantos posts por dia, porque os leitores não lêem só seu blog. Tente criar ganchos entre os posts, mas também diversificar os assuntos (dentro da proposta geral).
  12. Evite posts longos demais. Se não der, divida-os em tópicos ou ponha subtítulos (ok, sei que não cumpro muito isso…).
  13. Divulgue seus posts pelo twitter, facebook e outras redes sociais. Divulgue por e-mail apenas aos que quiserem receber seus e-mails. Não coloque o post inteiro no e-mail, apenas uma chamada e o link para o blog. Vale até fazer cartão com o endereço do blog para entregar aos amigos e novos conhecidos, se for levar o projeto a sério. E comprar um domínio pra que o endereço do seu blog, impresso nesses cartões, fique mais curtinho e fácil de memorizar (é barato, coisa de R$ 30 por ano).
  14. Escreva posts didáticos, sem linguagem muito rebuscada, dirigindo-se ao seu público-leitor, como se numa conversa. E viva o bom humor 😀
  15. Torne seu blog atraente, com vários links espalhados no texto, remissões a outros blogs, fotos, um perfil dizendo quem você é, histórico do blog, formas de contato, visual sem muitas firulas, endereço fácil de memorizar.

Leia também:

faceblogttblog

Anúncios