Ir para conteúdo

Prefeito de Belo Horizonte parte para a briga com o vice

Texto de José de Souza Castro:

Esta ação do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, do PSB, não pode passar sem registro aqui. Li há pouco na “Folha de S. Paulo” que o Diário Oficial do Município publica hoje a exoneração de todos os servidores não concursados que trabalham no gabinete do vice-prefeito, Roberto Carvalho, do PT. Se pudesse, o prefeito demitiria todos os 30 auxiliares do vice, mas oito são estáveis, porque concursados.

Antes de avançar, uma pergunta: o que faziam no gabinete do vice-prefeito 30 pessoas ganhando às nossas custas? Aliás, o que faz o vice-prefeito? No Brasil, sabemos que vice é uma figura que nada faz a não ser esperar a sua vez, no caso de vacância do titular. Por aqui, nem vice-campeão em campeonato brasileiro de futebol tem valor.

Segundo a explicação do prefeito, dada em nota distribuída por sua assessoria, “os servidores exonerados são de livre nomeação do prefeito” e “não estavam cumprindo suas funções em consonância com a administração”.

Há pelo menos uma meia verdade aí. O prefeito não os nomeou livremente, mas porque atendia a um pleito que ele não poderia negar, feito pelo vice. E Roberto Carvalho deu o tom dessa impossibilidade, ao declarar que Lacerda “só está prefeito porque o PT o elegeu”. Carvalho, que é presidente do Diretório Municipal do PT, diz também meia verdade. Lacerda só está prefeito porque o então governador, Aécio Neves, quis que ele fosse candidato e arrancou o apoio do então prefeito petista Fernando Pimentel, numa coligação criticada pelos mais autênticos petistas, entre eles, o ex-prefeito Patrus Ananias. E elegeu o “poste”, porque o governador tinha prestígio e dinheiro bastante para convencer os eleitores de que seu candidato era o melhor.

A razão verdadeira da atitude de Lacerda, de “desrespeito, deslealdade e traição”, segundo Carvalho, esquecendo-se de outros adjetivos perfeitamente adequados, como autoritária, intimidatória e arrogante, é esta: o vice-prefeito tenta, contrariando desta vez o ministro Fernando Pimentel e outros caciques petistas, formar uma chapa própria para disputar as próximas eleições municipais contra o prefeito.

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

3 comentários em “Prefeito de Belo Horizonte parte para a briga com o vice Deixe um comentário

  1. Quando li o titulo do post, imediatamente lembrei e um estranho episódio que aconteceu aqui em Maceió, há alguns anos, onde dois vereadores andaram se estranhando e acabaram se engalfinhando no chão e um deles saiu com parte da orelha arrancada a dentadas, no melhor estilo Tyson.
    O prefeito e sua vice aqui tb brigaram feio, com direito a palavrões inapropriados para uma “mocinha de família” repetir por aí, além do mais são histórias que ficaram perdidas nas paredes não suficinetemnte grossas da prefeitura de Maceió.

    Curtir

  2. No segundo parágrafo, pergunto o que faz o vice-prefeito. Como ninguém respondeu, fui tentar descobrir eu mesmo.

    Roberto Carvalho é um dos 16 membros titulares do Conselho Deliberativo de Desenvolvimento Metropolitano, criado pelo governador Aécio Neves por meio de uma emenda constitucional apresentada pelo vice-prefeito quando deputado estadual pelo PT. Dos 16 conselheiros, dois representam a capital.

    A Região Metropolitana é formada por 34 municípios, mas 31 deles têm 1/3 dos votos no Conselho, enquanto BH, Contagem e Betim têm outros 1/3 e o governo de Minas o restante 1/3. Como se vê, um Conselho bem democrático. Os representantes de BH no Conselho são Roberto Carvalho e o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Informação, Paulo Bretas.

    Pois bem, esse Conselho escolheu em março passado, na sua primeira reunião neste ano (uma trabalheira, já se vê) os três nomes que seriam encaminhados ao governador Anastasia para a nomeação do diretor geral da Agência Metropolitana da RMBH. Um cargo tão cobiçado, que 42 pessoas se inscreveram, seis foram pré-selecionadas e, destas, três foram escolhidas para a lista tríplice a ser encaminhada ao governador.

    E então Anastasia nomeou Camillo Reis Fraga, que certamente conhecia, pois Fraga é funcionário público concursado do governo de Minas. No ano passado, ele teria se licenciado para abrir em Jundiaí (SP) uma empresa, a Pynu Participações Ltda, com o objetivo de realizar um trabalho para uma ONG de Confins (MG), a Brasol, que havia sido contratada pela prefeitura de um município mineiro, Guidoval, para fazer um serviço de saneamento na cidade e que não foi feito.

    A Brasol já receberá quase dois milhões do Ministério do Trabalho para dar curso de operador de telemarketing para 2.400 pessoas e deu para pouco mais de 200. Está sendo processado pelo Ministério Público mineiro. Tem prazo até o fim deste ano para completar o trabalho, iniciado em dezembro do ano passado. Vai precisar de muita mágica, para completar.

    O dono da Brasol é vereador em Confins, onde é também presidente da executiva municipal do PHS (não sei como, talvez por mágica, ele também preside a executiva municipal do PRP em Ribeirão das Neves). Os dois municípios fazem parte da Região Metropolitana e os dois partidos do vereador Luis Fernando da Rosa Júnior são da base de apoio do governador Anastasia.

    Se eu trabalhasse na imprensa mineira, ficaria de olho nesse diretor geral nomeado por Anastasia por escolha de Roberto Carvalho e mais 15 conselheiros do tal Conselho.

    Porém, não espero muito da nossa imprensa. Quem tratou do caso, ontem, foi O Globo, do Rio. Os interessados podem ler aqui:
    http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/11/10/investigada-pela-pf-denunciada-pelo-mp-oscip-tem-convenio-de-1-9-milhao-com-ministerio-do-trabalho-925781110.asp

    Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: