#14J – Greve geral de 14 de junho deve acontecer em ao menos 23 capitais; veja locais e horários

Mais uma charge genial de Laerte.

 

Laerte, genial como sempre, disse tudo aí em cima. Com um governo tão catastrófico como este, que quer mexer até com a segurança dos bebês e crianças no trânsito, não dá pra acreditar que não estejam ocorrendo protestos diariamente.

Mas pelo menos amanhã é 14 de junho, e haverá o terceiro dia, em menos de um mês, de grandes manifestações contra o governo Bolsonaro, em todo o país. O mote do protesto será ainda contra os cortes na educação, mas também contra a Reforma da Previdência e por mais empregos.

Protesto do dia 30 de maio lotou o centro de BH. Foto: Humberto Trajano / G1

Mas este dia de greve geral promete ser ainda maior que os dois anteriores, que já lotaram ruas de várias cidades do país, principalmente porque o governo Bolsonaro está às voltas com mais um escândalo, o do #VazaJato. “O governo Bolsonaro? O que ele tem a ver com isso?”, podem perguntar os mais inocentes. Ora, ele foi eleito facilitado pelo conluio entre juiz Sergio Moro e Deltan Dallagnol, que fizeram de tudo para colocar atrás das grades o candidato que tinha o favoritismo em todas as pesquisas eleitorais. E aquele mesmo Sergio Moro, juiz federal de primeira instância, tornou-e ministro de primeira hora de Bolsonaro.

Bom, mas veremos se os protestos estarão mesmo lotados, como se promete. Em BH, por exemplo, até o metrô vai parar, e na tora. Muitas escolas vão aderir também, como a do meu filho.

Veja onde estão marcados os atos nas capitais:

Continuar lendo

Anúncios