‘Artista do Desastre’: o personagem mais bizarro de todos

Vale a pena assistir: ARTISTA DO DESASTRE (The Disaster Artist)
Nota 8

Já começo dizendo, alegremente, que não sou cult, e nunca tinha nem ouvido falar no filme “The Room”, que é a lenda na qual se baseia toda a história deste divertidíssimo filme “Artista do Desastre”.

Mesmo sem conhecer previamente o filme, deu para captar sua essência e perceber por que ficou conhecido, entre os cinéfilos cults, como o “melhor pior filme já feito”. O roteiro, que concorreu ao Oscar, é baseado no livro de Greg Sestero que se chama justamente, em tradução livre: “O Artista do Desastre: Minha Vida dentro de The Room, o Melhor Pior Filme Jamais Feito”.

Greg Sestero é um dos protagonistas dos dois filmes, de “Artista do Desastre” e de “The Room”, interpretado por Dave Franco. E coube ao irmão James Franco, esse ator super fera, interpretar o esquisitíssimo Tommy Wiseau, uma figura única, um dos personagens mais insólitos do cinema e, provavelmente, do planeta. Ele é tão cercado de mistério que ficamos sem saber até mesmo sua nacionalidade, idade e de onde vem toda a sua grana, que banca seu sonho de tornar-se um astro de Hollywood.

A história do filme é sobre essa saga dos dois improváveis amigos – o jovem, bonitão e carismático Greg e o sinistro Tommy, um “vilão nato” – na tentativa de perseguirem a carreira de ator, em plena Los Angeles. E sobre como resolvem a questão tocando o próprio filme, após terem sido dispensados de vários testes. “The Room” é esse filme, e ele é tão impecavelmente refilmado para “Artista do Desastre” que, nas cenas finais, quando os dois filmes são montadas lado a lado, é difícil até saber quem é quem. Quem é o Tommy de verdade e quem é o James Franco, quem é o Greg de verdade e quem é o Dave Franco etc.

Certamente esse filme é simplesmente imperdível para os fãs de “The Room”. Para os demais mortais, como eu, ainda assim é um roteiro incrível, cheio de situações improváveis e inusitadas, que mereceu plenamente sua indicação ao Oscar. Só é inexplicável James Franco, que também dirige o filme, também não ter sido indicado a melhor ator (acho que muito por conta da onda de denúncias contra atores-assediadores, que arrastou ele junto), prêmio que levou no Globo de Ouro, com louvor.

P.S. Não deixe de ver as cenas depois dos créditos finais 😉

Assista ao trailer do filme:

Leia também:

faceblogttblog

Anúncios
Anúncios