Manual de como se comportar num show de rock

Meu primeiro show do Paul, em São Paulo.

Rock, por natureza, não deveria requerer qualquer manual. Afinal, trata-se do gênero e da atitude da liberdade, não das regras. Da contravenção, não da obediência. Mas minha experiência no último show do sir Paul McCartney, no dia 17, me obrigou a criar este manual. Muito por causa do item 5 que eu destaco abaixo.

Fiz o manual a partir da minha experiência em vários showzaços ao longo da vida, a maioria de rock: Paul McCartney (três vezes), Eric Clapton, Rolling Stones, Deep Purple (duas vezes), B.B. King, Queen, Buddy Guy, Creedence, Jethro Tull, Mud Morganfield, John Mayall, Focus, Herbie Hancock, Milteau, Sonny Rollins, Maceo Parker, Madeleine Peyroux, Novos Baianos, Mutantes, Paralamas, Titãs, Rita Lee, Jorge BenJor, Skank, Caetano, Marisa Monte, Paulinho da Viola, Luiz Melodia, dentre outros, inclusive em várias Viradas Culturais (SP e BH) e Pop Rocks da vida.

Yes, eu vi o B.B. King!

Anote aí: Continuar lendo

Anúncios