Em busca de Thiago Rodrigues (ou: Lúcio, cadê você?)

wanted-poster-tut-142

Depois que publiquei o post de segunda-feira, sobre as memórias de todas as crianças do elenco do filme “Menino Maluquinho“, já consegui acrescentar mais duas entrevistas! A Carol respondeu e encontrei o Jô Soares (Rafael Vidigal), com a ajuda de um leitor anônimo, que me enviou o Facebook dele. Além disso, já consegui encontrar parentes do Levindo Barbosa (que fez o Tonico), também graças à ajuda de um leitor, e estou tentando contato com ele.

Assim, o único que ficou faltando é o Thiago Rodrigues, que interpretou o Lúcio no filme. Acho fundamental que ele esteja no post, seria muito legal! Mas já esgotei minhas formas de encontrá-lo sozinha. Por isso, conto com a ajuda de vocês. Vamos criar a campanha “Lúcio, cadê você?” e espalhar pelos quatro ventos da internet que ele está sendo procurado ansiosamente? 🙂

Seguem algumas pistas para ajudar nesta caçada: encontrei em jornais antigos, da época das gravações (1994), que o nome completo dele era Thiago Rodrigues de Souza. Ele deve ter hoje entre 30 e 31 anos. Quando criança, fez capoeira e estudou na Escola Estadual Antônio Carlos, no Carmo, em Belo Horizonte.

E o rostinho dele no filme era assim:

lucio

Que tal me ajudar nesta campanha? 🙂 É só compartilhar este post ao máximo e, se conhecer alguém que conhece um Thiago com essas características, talvez ainda em BH, não deixe de sondar essa pessoa! 😉


O DIRETOR MALUQUINHO – O post de segunda-feira também saiu em forma de reportagem na edição do dia do jornal mineiro “O Tempo”. O que achei mais legal foi a entrevista que o repórter Rafael Rocha fez com o diretor Helvécio Ratton sobre o filme, que foi o segundo longa-metragem da carreira dele.

Depois, Ratton brilhou nas telas em outros filmes nacionais importantes, como Batismo de Sangue, Uma Onda no Ar, o documentário O Mineiro e o Queijo e o mais recente, também infantojuvenil, O Segredo dos Diamantes. Mas, segundo ele, foi o Menino Maluquinho que fez ele “vencer a síndrome do primeiro filme”.

Diz a entrevista:

Um discreto orgulho emana da voz de Ratton ao falar sobre um feito: o filme funciona mesmo com as crianças de hoje em dia. ‘O personagem tem uma força que perpetua no tempo, não fica datado e é moderno. Esse foi o grande acerto'”

CLIQUE AQUI para ler na íntegra.

filmemosaico

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

 

Anúncios

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s