Programação de fevereiro: toda terça-feira, curtas para assistir de graça

Cena do curta “Cabeças Falantes”.

Está na região central de Beagá na terça-feira e disponível para assistir a um filminho curto na hora do almoço? Então anote a programação do mês da mostra Curta Degustação, promovida pelo Centro de Estudos Cinematográficos de Minas Gerais, sobre o qual já falei aqui no blog 😉 O evento é sempre às terças-feiras, às 13h, aberto ao público a partir de 14 anos.

12 de fevereiro:

As Coisas que Moram nas Coisas (2006, Brasil, ficção, cor, 14 min.)

Direção de Bel Bechara e Sandro Serpa. Enquanto acompanham sua família formada por catadores de lixo, três crianças atribuem novos significados aos objetos descartados pela cidade, inventando brincadeiras e pontos de vista.

Sebastião, o Homem que Bebia Querosene (2007, Brasil, experimental, cor, 15 min.)

Direção de Carlosmagno Rodrigues. Filme sobre vida e morte, justaposição de textos niilistas e imagens iconoclásticas.

19 de fevereiro:

Má Sorte (1921, EUA, comédia, p&b, 22 min.)

Direção de Edward F. Cline e Buster Keaton. Sem trabalho, Buster tenta cometer suicídio de várias formas. Por último, ingere veneno de uma garrafa que continha, na verdade, bebida alcoólica. O presidente de um clube, que buscava um esportista para promover seu empreendimento, contrata o bêbado Buster, que precisa aprender a pescar, caçar e cavalgar.

Imagine uma Menina com Cabelos de Brasil… (2010, Brasil, animação, cor, 10 min.)

Direção de Alexandre Bersot. O cabelo, a fronteira final. Entre caretas e escovas, as viagens de uma menina em busca de aceitação.

26 de fevereiro:

O Céu no Andar de Baixo (2010, Brasil, animação, cor, 15 min.)

Direção de Leonardo Cata Preta. A história do jovem Francisco que, desde os 12 anos, registra os fatos importantes de sua vida com fotografias do céu.

Cabeças Falantes (1980, Polônia, documentário, p&b, 16 min.)

Direção de Krzysztof Kieslowski. São feitas apenas três perguntas aos entrevistados: em que ano você nasceu, quem é você e o que você mais deseja. Começando com um entrevistado recém-nascido, as mesmas perguntas vão sendo feitas até chegar à última entrevistada, uma senhora de mais de um século.

***

Serviço:

Onde? Avenida Augusto de Lima, 270, Centro. BH.

Contatos: 31-3237-3497 / 99247-6574 / 98432-0924 / cecmg1951@gmail.com


Outros posts para cinéfilos:

***

Quer assinar o blog para recebê-lo por email a cada novo post? É gratuito! CLIQUE AQUI e veja como é simples!

faceblogttblog

Anúncios

Atenção, cinéfilos de BH!

Existem alguns projetos, voltados para os amantes do cinema, e que, por terem pouca divulgação, pouca gente conhece. Neste post, divulgo três deles, todos de iniciativa do Centro de Estudos Cinematográficos de Minas Gerais (CEC-MG), um dos cineclubes mais antigos do Brasil, fundado há 64 anos por um grupo de intelectuais mineiros.

1. Curta Degustação

çurtaMostra permanente de cinema, com exibição gratuita de curtas-metragens, toda terça-feira, às 13h. Nesta terça-feira, 14 de abril, serão exibidas as animações “Faroeste – Um Autentico Western” (2013) e “Neomorphus” (2012), ambas premiadas na 12ª MUMIA (Mostra Udigrudi Mundial de Animação). No dia 28 de abril, será exibido o curta de animação suíço “A Noite do Urso” (2012).

As exibições são na sala multimídia da Imprensa Oficial, na avenida Augusto de Lima, 270, no centro de BH. A programação de cada mês pode ser conferida no site do projeto ou na página de Facebook.

2. Cinema Falado

Nesta sexta-feira, 17 de abril, será lançado este novo projeto. Trata-se de um encontro semanal, toda sexta-feira, às 15h, com o crítico e cineasta Geraldo Veloso, para ver um filme e conversar sobre cinema, poesia, política e outros assuntos da cultura brasileira nacional e internacional. Também gratuito e sempre na sala multimídia da Imprensa Oficial: avenida Augusto de Lima, 270, Centro de BH.

3. Cursos de cinema

Ainda neste semestre, o CEC-MG e o Instituto Humberto Mauro vão lançar seu calendário de cursos para este ano e o primeiro será ministrado pelo jornalista, crítico, ator e diretor de teatro Ronaldo Brandão. Ele vai abordar o cinema clássico norte-americano em quatro módulos: As Grandes Interpretações, O Filme Noir, O Musical e o Western. Não foi divulgada a data desse primeiro curso, mas, assim que eu souber, coloco aqui no blog.

Mais informações AQUI.

Outros posts para cinéfilos:

faceblogttblog