Rafael Vidigal, o Jô Soares

Conversei com o Rafael Vidigal e ele contou o que fez nos últimos 20 anos, desde o lançamento do filme “O Menino Maluquinho”, e relembrou a época das gravações. Leia abaixo (e CLIQUE AQUI se quiser ler sobre os outros personagens).

Rafael Vidigal em foto recente. Reprodução / Facebook

Rafael Vidigal em foto recente. Reprodução / Facebook

Blog da Kika – Nesses 20 anos você chegou a trabalhar como ator em algum outro momento?
 
Rafael Vidigal – Depois do filme eu nunca corri atrás dessa vida de ator, mas como meu tio era o produtor [Tarcísio Vidigal] e, por meus pais trabalharem na produção também, acabei indo pro set de gravação do Menino Maluquinho 2 e lá fiz figuração em algumas cenas.

Blog – Hoje você trabalha com quê? Conte um pouquinho da sua carreira.
 
Rafael – Sou formado em Marketing e hoje em dia estou estudando pra concursos. Sempre que surge a oportunidade, vou ao Rio e ajudo um pouco nas produções em que minha mãe está trabalhando no momento.

Blog – E a vida pessoal? Já é casado? Tem filhos?
 
Rafael – Estou com 31 anos, solteiro sem filhos e vivendo uma vida tranquila.

Blog – Hoje você mora em qual cidade e onde já morou? 
 
Rafael – Por um período de tempo morei na Austrália para melhorar o inglês e para fazer um curso na minha área e hoje em dia estou de volta à minha terra amada, Belo Horizonte

Rafael Vidigal, o Jô Soares, à esquerda, ao lado de Patrícia Pilar (mãe do Maluquinho), Samuel Brandão (Junim) e Edyr de Castro (Irene). Foto: arquivo pessoal de Rafael

Rafael Vidigal, o Jô Soares, à esquerda, ao lado de Patrícia Pilar (mãe do Maluquinho), Samuel Brandão (Junim) e Edyr de Castro (Irene), no canto direito. Foto: arquivo pessoal de Rafael

Blog – Tem alguma lembrança divertida/curiosa sobre a época de gravações do filme? Algo dos bastidores que aconteceu com você e pouca gente sabe?

Rafael – Por ter minha família na produção eu acabo tendo algumas histórias que eu poderia contar aqui, mas o que sempre me vem à cabeça é o causo dos pintinhos. Teve no filme uma cena que o Samuel ia comprar um pintinho, mas, por algum motivo, a cena não foi gravada no dia e os pintinhos acabaram ficando na minha casa. Após um tempo, perguntam pro meu pai onde estavam eles e meu pai diz que não tinha mais como usar eles por eles já tinham virado galinha e já até estavam botando ovo e a produção acabou tendo que comprar outros pintinhos pra cena 😀

Blog – Você gostou de ter feito o filme? Foi marcante na sua vida, de alguma forma?
 
Rafael – Olhando pra aquela época posso dizer que foi uma experiência que não tenho como descrever e por nada eu trocaria aquele mês que passei em Tiradentes.

Blog – Como lidou com o filme na época? Sofreu bullying na escola? Ou conseguiu mais namoradinhas?
 
Rafael – Acredito que lidei com o filme de uma maneira normal. As pessoas no colégio vinham perguntar como era gravar essas coisas e pediam autógrafo, isso me deixava com vergonha.

Blog – Resuma em uma frase o que foi ter participado do filme.
 
Rafael – Tempo que não volta mais.

Blog – Deixe uma mensagem pelos 20 anos de lançamento do filme.
 
Rafael – Parabéns a todos os envolvidos no filme.


CLIQUE AQUI e saiba mais sobre os outros personagens do filme “O Menino Maluquinho” e o que andam fazendo, 20 anos depois do lançamento do filme.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Anúncios

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s