O vexame dos deputados brasileiros em Israel

Texto escrito por José de Souza Castro:

Não me surpreendeu saber que havia um deputado federal mineiro na comitiva do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, no passeio a Israel, Itália e Portugal, descrita hoje por Miriam Sanger, de Jerusalém, à “Folha de S.Paulo”. O vexame dessa viagem paga pelos contribuintes brasileiros também não me surpreende.

Dos nove deputados federais que acompanharam Rodrigo Maia e sua mulher, sete votaram sim ao relatório do tucano mineiro Bonifácio Andrada que livrou Michel Temer de ser processado pelo Supremo Tribunal Federal. Eles devem ter ido comemorar a vitória, usando para isso um avião da FAB e diárias em dólar pagas por nós.

Que se expliquem os deputados Orlando Silva, do PCdoB paulista, e Rubens Bueno, do PPS paranaense, que votaram não. Por que se juntar a Rodrigo Maia, que não votou, e aos sete do sim, nessa viagem que só trouxe despesas e vexame aos brasileiros?

As despesas, primeiro. Relata Miriam Sanger:

“Os trajetos aéreos estão sendo realizados com um avião da FAB. O valor de uma passagem aérea com o trajeto São Paulo – Tel Aviv – Roma – São Paulo (sem incluir Portugal) teria o custo de R$ 28.500 em classe executiva, de acordo com o site da companhia Air France.

Além do custo aéreo da FAB, o dinheiro público envolvido na viagem inclui diárias para bancar hospedagem, transporte local e alimentação. Ela é de US$ 428 (R$ 1.408) para cada um dos deputados. Devido ao seu cargo, Maia tem direito a um valor maior: US$ 550 (R$ 1.808) – na semana passada, a assessoria de Maia afirmou que ele decidiu abrir mão do recebimento das suas diárias.

Ao todo, cada deputado receberá US$ 2.750 (R$ 8.921). Ou seja, só as diárias, somadas, custarão quase R$ 90 mil aos cofres públicos.”

Nesses cálculos não estão incluídas despesas da FAB com combustível, com diárias da tripulação e com os comes e bebes a bordo. Talvez o contribuinte nunca venha saber quanto disso lhe coube nessa farra.

O vexame, a seguir. Continuar lendo

Anúncios