Ir para conteúdo

Das desculpas e des-culpas

Foi só por ler as cartas dos leitores no caderno Equilíbrio, da “Folha” de hoje, que fui ler a coluna da atriz Denise Fraga, publicada na edição de terça passada.

O que os leitores disseram despertou meu interesse:

“Quantas tragédias evitamos com um sincero pedido de desculpas”, disse o leitor Marcus Machado.

“Acredito na força de uma palavra certa e dita com o coração”, complementou o leitor Ricardo Gagliardi.

Muitas vezes na minha vida já tive que pedir desculpas. Uma das mais graves foi quando briguei com uma grande amiga, de infância, meio levada por uma dessas “reações de grupo”, que todo mundo que tem um grupo tende a cometer, estupidamente, pelo menos uma vez na vida. Nada que o amadurecimento não resolva — porque todos já fomos adolescentes idiotas algum dia.

Ela tinha todos os motivos do mundo para me odiar e, assim que percebi meu erro, eu tive muito trabalho em fazê-la perceber que meu pedido de desculpas era sincero. Foram vários esforços da minha parte e muita boa vontade da parte dela. Hoje, felizmente, somos amigas de novo, acho que com a mesma intensidade que antes, embora com outras cabeças.

Também já desculpei toda sorte de mancadas, mesmo de pessoas muito queridas. De ex-namorado que ficou com outra, a amiga que ficou com o sujeito que, naquele momento, eu achava que era o amor da minha vida (claro que não era, mas na hora doeu).

Por outro lado, já me afastei de alguns amigos pelo simples fato de que, em vez de se desculpar por terem me machucado, ou deram de ombros, ou vieram com um “desculpa” torto, acompanhado por um “mas não fiz nada de errado”. Dói em dobro.

O texto da Denise Fraga é singelo, quase infantil. Brinca com o poder das palavras. Mas acerta ao dar importância e destaque à sinceridade delas.

É possível lê-lo AQUI. Um trechinho:

“Por conta desses pequenos deslizes, descobri o poder da desculpa no trânsito. Emparelho o carro, abro o vidro e, quando o sujeito já está crispado para começar a querela, falo a palavra mágica: desculpa.

É impressionante o poder que essa palavra tem quando dita assim, no meio do ciclone. Às vezes até recebo uma buzinada atrás, mas vale a infração. É divertido ver a revolução muscular no rosto do cidadão.”

Pedir desculpas é um gesto de humildade. De reconhecer um erro idiota e oferecer sua amizade, de coração e mente abertas, para o ofendido da vez. É dizer: “Errei mesmo, pisei na bola, mas quero recompensar. Vamos tomar um chopp e discutir como posso te ajudar a esquecer isso?”. É telefonar, interfonar, demonstrar que aquela pessoa tem alguma importância para você e, portanto, vale o esforço de fazer com que reconquiste sua confiança.

Não é só a palavra morta, a palavra vazia que pede, tão-somente, que se “tire a culpa”. Desculpar-se não é um ato de expiação dos próprios demônios (ou culpas), mas de libertação dos demônios deixados, com marca de fogo, em quem se gosta. Assumir a responsabilidade por eles para que, com alegria, o perdão seja possível.

***

Adendo no dia 24.08.2012: segue uma mãozinha para os burocratas mais empacados 😀

Cristina Moreno de Castro Ver tudo

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser mãe. Redes: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro www.goodreads.com/kikacastro. Mais blog: http://www.otempo.com.br/blogs/19.180341 e http://www.brasilpost.com.br/cristina-moreno-de-castro

5 comentários em “Das desculpas e des-culpas Deixe um comentário

  1. Humilhei minha mulher por que ele é gordinha.?
    Humilhei minha mulher por que ela é gordinha,mas estou arrependido,quero que ela treine apenas e faça dieta,até por que ninguém quer um bucho do lado né,e mulher engorda facilmente,quanto mais passa a idade o metabolismo fica mais lento,eu falo pra ela que quero que ela treine e faça dieta e ela fica reinando,dai eu já falei pra ela que irei abandona-la e não irá mais ter volta,eu tenho o corpo malhada e definido e então não acho justo ter uma mulher gorda ao meu lado,ela era linda perfeita e corpinho cheio de curvas,mas agora está ficando gorda e eu não estou gostando então to metendo pressão mesmo,e acho que não estou errado,ela deve se cuidar até por causa da saúde,só me arrependo de te-la humilhado,o que vocês acham que eu devia fazer? se ela não quiser mudar devo larga-la?

    Só que de repente tudo mudou e minha mulher saiu de casa arrasada. Eu estranhei porque ela não tinha aparecido e fiquei buscando por ela. Até que um dia encontrei com uma mulher magra, bonita e bem vestida na calçada, eu estava indo tomar chopp com os meus amigos e me encantei por ela. Até que o inusitado aconteceu, ela tropeçou, caiu no chão e eu corri pra ajudá-la. Mas quando nos entreolhamos, percebi que ela era muito parecida com alguma conhecida. Estava maquiada, usando um vestido preto e um salto alto. Aí eu perguntei quem era ela. Aí ela se revelou e eu fiquei surpreso. Era a minha esposa, ela própria. Ela me explicou que praticou exercícios todos os dias, fez caminhada, corrida e o resultado emagreceu 38 quilos. Eu fiquei impressionado e a elogiei, mas ela deu risada e disse que eu nunca a elogiei, que eu só criticava e que eu só percebi agora depois que ela mudou. A partir daí nos conversamos durante horas, pedi uma chance a ela, pedi pra ela voltar pra nossa casa, que assim que eu faria tudo diferente. Mas não teve jeito, ela foi irredutível e não aceitou. Disse que agora prefere viver a vida de solteira com as amigas dela e a partir daí eu não farei mais parte da vida dela. Disse também que matou aquela gordinha que ela era. Ela resolveu seguir com a vida dela. Levei um fora, mas passei a entender e aprendi a lição! Mas eu vou lutar pelo amor e pela beleza dela. O que vocês acharam disso?

    Curtir

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: