Ir para conteúdo

Bernardo Cunha, o Toquinho

Conversei com o Bernardo Cunha e ele contou o que fez nos últimos 20 anos, desde o lançamento do filme “O Menino Maluquinho”, e relembrou a época das gravações. Leia abaixo (e CLIQUE AQUI se quiser ler sobre os outros personagens).

toquinhohoje
Foto: arquivo pessoal de Bernardo Cunha

Blog da Kika – Nesses 20 anos você chegou a trabalhar com cinema/atuação em algum outro momento?

Bernardo Cunha – Logo que o filme foi lançado, em 1995, fiz alguns testes para comerciais e peças de teatro e em 1996 entrei no elenco da peça “O Céu Tem Que Esperar”. Junto comigo passou também o Samuel Brandão, que fez o Junim no filme. Coincidentemente éramos amigos e morávamos no mesmo prédio! Revezávamos o mesmo papel, cada apresentação era um que atuava. A peça durou até 1997 e fez sucesso na época. Depois disso cheguei a fazer outros testes mas não me interessei mais por atuar. Era criança, queria descobrir outras coisas…

Blog –  Fale um pouquinho da sua trajetória profissional.

Bernardo – Sou formado em Publicidade e tenho pós-graduação em Marketing Digital. Trabalho com isso até hoje e passei por agências de publicidade, startups e produtoras de vídeo.

Blog – Está com quantos anos? Fale sobre sua vida pessoal.

Bernardo – Tenho 28 anos, não sou casado (namoro) e nesses 20 anos morei em várias cidades (até países diferentes). Descobri a música com 12 anos, que é a minha paixão. Toco por hobby e já tive banda, mas hoje só em rodinhas mesmo hehe. Na faculdade fiz um intercâmbio de trabalho nos parques da Disney e hoje sou guia de excursões pra lá, quando tenho tempo vago. É uma das coisas que mais amo fazer e vou todo ano.

Outra história engraçada aconteceu em 2013. Fui ao banco pagar uma conta e flertei com uma menina na fila, trocando olhares. Nada aconteceu e quando voltei para o trabalho, postei no Facebook sobre o ocorrido, querendo saber quem era a menina e o post simplesmente viralizou. Virei “o garoto do Itaú”. Dei entrevistas para TV, sites, jornais e fui até reconhecido na rua algumas vezes. Quando a imprensa descobriu que eu havia feito o filme, divulgavam a notícia assim “ex-ator mirim viraliza na internet em busca de grande amor”. Até hoje essa história rende. [Nota da Kika: uma das reportagens sobre o assunto pode ser vista AQUI]

Blog – Hoje você mora em qual cidade? E já morou onde?

Bernardo – Hoje moro em Belo Horizonte mas desde a gravação do filme morei em Paris, Santos, Orlando, Uberlândia e São Paulo. Fui acompanhando minha família mas sempre fui apaixonado por BH, e sempre quis voltar. Cá estou!

toquinho

Blog – Tem alguma lembrança divertida/curiosa sobre a época de gravações do filme? Algo dos bastidores que aconteceu com você e pouca gente sabe?

Bernardo – Como éramos várias crianças, passávamos o tempo livre basicamente brincando. Em uma dessas brincadeiras, na praça principal de Tiradentes em frente nossa pousada, o Samuel (Menino Maluquinho) e os gêmeos (Tô Aqui e Tô Ali) resolveram brincar de estourar traques, desses de festa junina. Tiveram a brilhante ideia de acender um e jogar dentro da blusa do João (Bocão). O traque estourou no pescoço do menino e a coisa ficou feia. Me lembro do Helvécio bem bravo colocando os três de castigo no dia seguinte. Sorte que meu pai tinha uma pomada para queimaduras (acho que ele previu esse tipo de acontecimento) e melhorou rápido. Foi aquela coisa de criança, apesar do perigo. Mas me lembro da cena do João pulando assustado e foi uma das cenas mais engraçadas que já vi.

Tenho uma lembrança engraçada também que aconteceu no Sítio do Vô Passarinho. A produção levou todas as crianças para visitar o curral que havia por lá. O Samuel resolveu entrar junto com uma das vacas (acho que era pra impressionar alguma das meninas) só que uma vaca não gostou. Encurralou ele em um canto e não deixava ele sair. Resultado: ele desesperou e todo mundo acabou zombando do menino heehe.

Ah, sim, eu era secretamente apaixonado pela Carol. Acho que é a lembrança mais antiga que tenho sobre “gostar de alguém”, haahha.

Blog –  Você gostou de ter feito o filme? Foi marcante na sua vida?

Bernardo – Sem dúvidas foi uma das coisas mais marcantes da minha vida. Eu tinha apenas 7 anos mas me lembro com clareza de todos os detalhes. Sempre fui ligado às artes em geral e ter feito o filme foi o primeiro contato direto com algo tão espetacular. É algo que vou levar para a minha vida toda. Algumas pessoas ainda me chamam de Toquinho e sinto um orgulho enorme em ter participado disso tudo.

Blog –  Como lidou com o filme na época? Sofreu bullying na escola? Ou conseguiu mais namoradinhas? 😀

Bernardo – Eu fiquei super empolgado quando passei no teste mas ao mesmo tempo ficava sem jeito em contar para os colegas que eu ia fazer um filme sem parecer arrogante (juro que pensava isso na época). Por isso, tinha um pouco de vergonha. Estava na 2a série foi um reboliço na escola. Colegas pedindo autógrafo e o Jornal da Escola entrevistando “o artista”. Fiquei ausente por 3 semanas para as gravações e na volta a professora substituiu uma aula dela por um depoimento meu sobre o filme, para contar para os colegas como foi tudo. Tive que preparar quase uma palestra. Infelizmente na época não me ajudou a arrumar namoradinhas…  🙂

Blog – Resuma em uma frase o que foi ter participado do filme.

Bernardo – Foi como ter participado um pouquinho da infância de cada pessoa que assistiu ao filme.

Blog –  Deixe uma mensagem pelos 20 anos de lançamento do filme.

Bernardo – Esse filme é atemporal. Podem passar 40, 60, 80 anos e ele continuará sendo a síntese da infância perfeita de uma criança brasileira. Do aspecto pessoal foi um orgulho enorme ter feito parte de um projeto que encantou tanta gente e de um filme que marcou a retomada do cinema nacional na década de 90. Filmes brasileiros infantis na época eram poucos. Os que tinham era da Globo como Os Trapalhões ou Xuxa. O Menino Maluquinho é um tesouro que com certeza irei guardar para todas as gerações da minha família.


Quer saber mais sobre Bernardo Cunha, ator que fez o Toquinho? Acesse o Facebook dele: http://www.facebook.com/ becunha

CLIQUE AQUI e saiba mais sobre os outros personagens do filme “O Menino Maluquinho” e o que andam fazendo, 20 anos depois do lançamento do filme.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Deixe aqui seu comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: