O sotaque de Beagá e os turistas que nos visitam com suas bolachas

Já que ontem fiz uma verdadeira exaltação a Belo Horizonte, hoje vou trazer uma pequena piada-homenagem a nosso lindo sotaque (modéstia à parte!). Encontrei neste Facebook AQUI:

biscoito

 

A verdade é que aqui a gente fala “biscoito” mesmo, pelo menos em Beagá. Mas “trem” serve pra qualquer coisa, então, inclusive, por que não, para os biscoitos 😉

(Bolacha é só aquela coisa que a gente dá na cara de alguém muito folgado 😛 )

Os dois termos constam no Dicionário atualizado de paulistanês, com tradução direta do mineirês, que publiquei aqui no blog em 2011, com muita ajuda dos leitores. Não viu ainda? CLIQUE AQUI e bom aprendizado! 😉

Naquela mesma época, fiz um Manual de Guerra aos mineiros que acabaram de chegar a São Paulo. Imagino que muita coisa tenha mudado desde então, mas acho que algumas dicas ainda podem ser úteis até hoje. Se conhece alguém que está de mudança para a Terra Cinza, compartilhe com ele ou ela!

Não vou detalhar mais nada sobre nosso querido sotaque, porque acho que o assunto merece muito mais que um post, talvez uma coleção de enciclopédias completa, com 60 volumes. Só uma coisinha que não posso deixar de comentar: NINGUÉM FALA “BELZONTE” POR AQUI!!!!!!! N-I-N-G-U-É-M! PAREM COM ISSO!!!! É FEIO!!! E IRREAL!!!!

Feito o desabafo aos gritos, dou o toque cordial aos forasteiros: é muito mais comum a gente chamar Beagá de Beagá. Ou o “Belorizontch”, se quisermos usar a palavra completa. MAS NUNCA BELZONTE!!!!!!

Publico este post no finalzinho das férias escolares e queria compartilhar por aqui que, embora a cidade tenha se esvaziado bastante, nós também recebemos muitos turistas, e acho que esse movimento de visitantes está cada vez maior 🙂 Vejo pela quantidade enorme de pessoas que chegaram ao blog em busca do Guia Turístico de Belo Horizonte com 90 dicas de passeio. Uma coisa é certa: há muito o que fazer e muito sotaque bonito para se ouvir por aqui 😀

Espero que os turistas de outros Estados e cidades tenham se divertido e aproveitado bastante. Quem quiser enviar um relato de como foi a experiência de passear por BH, ou alguma história legal que tenha vivido aqui, pode me mandar por email e eu terei prazer em publicar aqui no blog.

Leia também:

faceblogttblogPague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Por Cristina Moreno de Castro (@kikacastro)

Mineira de Beagá, jornalista, blogueira, poeta, blueseira, atleticana, otimista, aprendendo a ser a melhor mãe do mundo para o Luiz. Redes sociais: www.facebook.com/blogdakikacastro, twitter.com/kikacastro e www.instagram.com/arvoresdascidades.

2 comentários

  1. Ufa, finalmente alguém para dizer que não existe “belzonte” em Belo Horizonte!
    Sempre que digo que sou de BH alguém vem com “ah, belzonte, né?” e eu fico com cara de tacho…
    Abraços para você e Luiz.

    Curtir

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: